Cinta Peniana com Prótese

Filtrar

Filtrar por

Cor
Capa Peniana Em Borracha - 15 X 3,7 Cm
Capa Peniana Em Borracha - 15 X 4,1 Cm
Capa Peniana Em Borracha - 17,5 X 4,2 Cm
Capa Peniana Em Borracha - 19 X 5 Cm
Capa Peniana Em Borracha - 21 X 5 Cm
Cinto Peniano P/ Dupla Penetração
Cinto Peniano P/ Próteses Com Vibrador
Cinto Peniano Regulável Com Elástico
Cinto Peniano S/ Regulagem Furo Maior
Pênis Aromático Chocolate - 15,3 X 4 Cm
Pênis Realista Com Vibrador - 14 X 4 Cm
Pênis Realista Com Vibrador - 15,3 X 4 Cm
Pênis Realista Com Vibrador - 18 X 4,5 Cm
Pênis Realista Com Vibrador - 22 X 5,8 Cm
Pênis Realista De Borracha - 14 X 3,7 Cm
Pênis Realista De Borracha - 15,3 X 4,5 Cm
Pênis Realista Em Borracha - 15,3 X 4 Cm
Pênis Realista Em Borracha - 17,5 X 4,4 Cm
Pênis Realista Em Borracha - 18,5 X 4,2 Cm
Pênis Realista Em Borracha - 22 X 5,8 Cm
Pênis Realista Tam. P - 12 X 2,6 Cm
7% OFF
9% OFF
13% OFF
2% OFF
5% OFF

O strap-on (ou cinta peniana com prótese) é um dos brinquedos sexuais mais democráticos, pois pode ser utilizado por homens e mulheres com qualquer identificação sexual e de gênero.

Pensando nisso, o uso de cintas está associado a várias fantasias sexuais diferentes.

Este tipo de cinta peniana com prótese pode, ou não, ter funções vibratórias. A diferença fundamental está no uso. Como o pênis é preso a uma tira e expande muito seu uso, eles são frequentemente usados por mulheres em fantasias de penetração.

Alguns modelos conhecidos como “strapless” não têm alça. Em vez disso, eles têm duas pontas, uma para inserção na vagina e outra para a função peniana.

Atualmente, com a popularização dos brinquedos eróticos, eles podem ser encontrados em uma variedade de formas, tamanhos e materiais, permitindo que você realize uma gama de fantasias sexuais um pouco diferentes das tradicionais.

Antes de escolher o modelo ideal da cinta peniana com prótese. Você precisa entender quais são as suas necessidades e qual a finalidade do produto.

Existem dezenas de tipos diferentes de straps (como também é chamado esse tipo de cinta). Em geral, variam de acordo com o tipo de uso, qualidade do material e posição sexual.

Geralmente, todos os fabricantes já pensaram na hora de fabricar as cintas penianas no conforto da pessoa que irá utilizar. Mas isso não impede que possa ocorrer desconforto, irritações ou mesmo alergias em alguns casos.

Outro fato importante que deve se prestar atenção, é que alguns modelos de cintas penianas com próteses que vibram são desacopláveis, e devem ser removidas da cinta antes da limpeza, pois o contato do compartimento das pilhas com água poderá danificar o produto.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a cinta de pênis não é usada apenas por casais de lésbicas. Casais heterossexuais modernos, livres de preconceitos e tabus, também podem usar esse tipo de acessório para apimentar o relacionamento.

Alguns exemplos são:

  • Lésbicas – Quando uma mulher utiliza com outra mulher.
  • Héteros – Quando o homem penetra a mulher utilizando a cinta. Pode ocorrer por problemas de ereção, fetiche ou querer realizar uma dupla penetração na parceira.
  • Héteros – Alguns casais mais modernos também fazem a inversão de papel, dessa forma é a mulher que penetra o homem utilizando a cinta.
  • Gays – Assim como os homens héteros, os gays também podem querer variar de tamanho, formas ou mesmo, estarem passando por algum problema de ereção e a cinta peniana possa vir a ajudar.

A cinta peniana é um brinquedo erótico para penetração anal e vaginal.

O homem também pode usar em alguns casos, como por exemplo, se sofre de alguma disfunção erétil ou se já tiver chegado ao orgasmo e a mulher ainda não, e o seu pênis ainda não se recuperou.

Além disso, o casal também pode praticar dupla penetração sem ter que convidar outra pessoa para o relacionamento.

A cinta peniana também serve para diversificar a brincadeira de um casal, e para praticar a inversão de papéis. Dessa forma, a mulher coloca o cinto e penetra no ânus do homem fazendo uma massagem na próstata, que resulta em um orgasmo muito intenso.

Como qualquer brinquedo erótico, é recomendado que seja usado com preservativo e, no caso da cinta, que seja usado com lubrificante, pois o atrito do material com as partes íntimas pode causar bastante desconforto.

Qualquer posição que geralmente seja confortável para o casal pode funcionar, mas de quatro é mais comum.

A princípio, pode haver desconforto, pois a pessoa que usa a cinta não tem a mesma sensibilidade do pênis natural, o que às vezes faz com que ela perca o ritmo e a velocidade ideal para o casal. Isso tudo é uma questão de adaptação e treinamento.

Há vários tipos de modelos, tamanhos e materiais. Dentre eles são: couro, tecido, nylon, cintas com o pênis apenas, com vibrador, com plug embutido, para dupla penetração etc. Existem modelos que possuem abertura para encaixar o pênis, modelos de prótese específica e com uma fita que passa no meio das nádegas até a vagina.

A cinta em nylon é uma excelente opção para aqueles que procuram penetração embaixo da água. Porém não costuma durar tanto quanto as cintas de couro. Além disso, esses modelos costumam ser mais baratos.

A escolha vai depender do gosto do casal. Isso pode variar bastante em relação a escolha do material, tamanho etc.

Também durante a escolha é necessário pensar na fantasia e na criatividade do casal, assim como nas expectativas. Fora é claro, o quanto estão dispostos a gastar.

Outro ponto importante é que diferentemente do pênis natural, a cinta peniana com prótese de borracha não é tão macia e flexível, por isso o ideal é escolher uma prótese um pouco mais fina do que desejaria se fosse um pênis real.

Primeiro verifique se o modelo escolhido precisa acoplar o pênis ou se o pênis já vem acoplado. Em seguida, coloque as tiras da cinta em torno das pernas ou coxas, e cintura. Os modelos mais comuns são vestidos como cueca ou calcinha.

Depois que já estiver no corpo, é hora de ajustar as tiras, se for um modelo regulável. Caso tenha optado por um modelo de elástico, ela já deve ter fixado bem ao corpo. O ideal é que a cinta sempre fique confortável.

Outro item importante para lembrar é sempre utilizar lubrificantes na prótese, pois isso facilitará a penetração. E pronto. Agora é só partir para a diversão!

As vantagens são inúmeras, desde as alças de ajuste que causarão maior conforto e controle, até o fato de poder ser utilizado livremente por homens e mulheres.

Eles podem ser usados para o sexo de todas as formas. Vaginal, anal e oral e são ótimos para ajudar na dupla penetração.

Um ponto negativo é que se torna necessário sempre prestar atenção à limpeza regular e correta do produto para evitar contaminação. E dependendo do modelo, você corre o risco de danificar ao lavar, se não tomar cuidado.

Para começar, o uso de lubrificantes é essencial nas cintas penianas com próteses. Pois a cinta não possui lubrificação natural, e pode machucar a pessoa a ser penetrada, homem ou mulher.

Outro ponto é que a pessoa que está penetrando não possui a sensibilidade, por isso, é recomendado começar a movimentação com cuidado, aumentando a intensidade gradualmente.

Ademais, é extremamente importante verificar se o modelo da cinta pode ser usado com o lubrificante em questão, pois alguns tipos de lubrificantes podem danificar alguns modelos de strap-on.

As partes que são introduzidas tanto no ânus como na vagina devem ser limpas antes e após o uso. Principalmente se for utilizada sem preservativo, pois pode acumular bactérias nocivas à saúde.

A forma de limpar depende do material utilizado, por isso, jamais descarte a embalagem original e faça sempre como o fabricante recomenda. Você também pode verificar se existe nos sex shops algum gel para limpeza de brinquedos eróticos que facilita a limpeza e diminui os danos causados por produtos de limpeza e álcool em gel comuns.

Alguns modelos de vibradores possuem um compartimento preso por uma rosca onde se coloca a pilha. Esse compartimento não deve ser molhado de maneira alguma, pois pode queimar os componentes eletrônicos. Caso seja um produto à prova d’água, dá para lavar em água corrente com sabonete líquido neutro e secar com uma toalha limpa.

Existem modelos de cinta peniana com prótese onde a cinta e o pênis de borracha podem ser desacoplados, isso auxilia bastante na hora da limpeza.

Caso o produto seja destacável. A cinta também deve ser higienizada. O couro e o courino apesar de serem ótimos materiais, precisam ser lavados a mão. Já as opções de nylon e tecido são laváveis na máquina.

Além de estar sempre higienizado, deve ser armazenado de forma que as tiras não deformem.

Mantenha-o em local ventilado, longe da luz solar direta e de fontes de calor. Caso seja um modelo vibrador, retire as pilhas após o uso e deixe-as desconectadas para não entrar em contato com os acessórios.

De preferência guarde a embalagem original, mas se por algum motivo tiver a perdido, pode deixar em um saco de algodão, para não acumular poeira. Contudo, é importante confirmar com o sex shop se o produto pode ser armazenado neste tipo de material.

Além disso, tenha atenção com as substâncias que utiliza para limpeza e conservação. Pois géis, lubrificantes ou óleos não podem ser utilizados com certos tipos de materiais, correndo o risco de o produto reagir com o material da cinta e acabar causando danos.

As cintas de strap-on são muito variadas, por isso, vamos exemplificar alguns modelos mais procurados.

Cinta Peniana com prótese

É o modelo mais comum, com preço mais acessível e com a maior variedade de opções. Normalmente são pênis de borracha ou outro material que são acoplados em uma cinta de nylon ou couro.

Strap-on com pênis realista

Os strap-on realistas se parecem com o cinto peniano comum, porém são feitos em materiais de alta qualidade e possuem mais funções, como por exemplo: diversos tipos de vibrações, dupla densidade, aquecimento etc. Por esses produtos serem feitos em materiais de altíssima qualidade, eles têm um alto custo.

Além disso, nenhum fabricante nacional tem esse tipo de produto em seu catálogo, então todos os modelos existentes são importados, o que aumenta seu preço ainda mais.

Cinto peniano para dupla penetração

Também tem os modelos de strap-on para dupla penetração. Esses modelos possuem duas próteses acopladas ou dois orifícios.

Geralmente os penetradores possuem tamanhos distintos, sendo um para penetração vaginal e outro para a penetração anal.

Alguns strap-on possuem uma abertura no couro, permitindo que o pênis fique livre. Isso dá a possibilidade de penetrar na mulher ao mesmo tempo que a cinta também penetra.

Um dos cuidados mais importantes é em relação à higiene, deve-se evitar trocar a penetração do ânus para a vagina, ou vice-versa.

Cinta Peniana com capa oca

Ótimo para a prática sexual, tanto no sexo anal, como no vaginal. Esse strap on oco serve também para mulheres, mas seu principal foco é para os homens que tenham problema de ereção ou desejem penetrar a mulher com o pênis maior. Alguns modelos possuem cintas reguláveis na cintura e nas coxas, e podem ser feitas de nylon, ou tecido.

Cinta Peniana sem cinta (ou strapless)

Não escrevemos errado, é isso mesmo! Algumas cintas penianas não possuem cintas. Na verdade, elas são consideradas vibradores para penetração de ambas ou ambos. A mulher irá encaixar esse vibrador em sua vagina (ou ânus) e penetrar em seu parceiro ou parceira.

A grande vantagem desse modelo de cinta é que ele é muito prático, sendo de encaixe rápido, e costumam ser a prova d’agua. Podendo inclusive serem usados debaixo do chuveiro. Todavia, existem poucos modelos disponíveis e são bem mais caros que os modelos mais simples.

Geralmente, as cintas penianas com próteses mais procuradas são de 15 a 18 cm, e em torno de 4 a 4,5 cm de espessura. Por isso, podemos considerar que esse é o tamanho médio, quando se trata de cintas penianas.

Cintas abaixo de 15 cm de comprimento ou com menos de 4 cm podem ser consideradas pequenas e finas. Mas também são muito procuradas, principalmente quando se trata de penetração anal, pois algumas pessoas têm mais dificuldades nesse tipo de sexo.

Já os modelos de strap-on superiores a 18 cm de comprimento ou acima de 4,5 cm de espessura são considerados grandes e grossos. São ideais para casais experientes ou casais mais ousados, que querem ter experiências intensas.

Tal como acontece com consolos e vibradores, o material da cinta peniana desempenha um papel importante na sensação causada pelo strapon.

Veja quais são os mais usados e o que melhor se adapta às suas necessidades.

  • Borracha: esses materiais sintéticos são frequentemente usados em próteses mais realistas. Eles oferecem uma variedade de detalhes como veias, glande. E costumam ser as opções mais econômicas;
  • Silicone: é o material mais usado nos modelos importados. Possui uma superfície macia e aveludada, podendo possuir diferentes texturas, sendo também mais fácil de limpar;
  • Plástico: Apesar de menos comuns, estas são opções mais baratas, mas que não costumam durar muito e não são confortáveis durante o sexo;
  • Cyberskin: Este material é um tipo especial de silicone que simula com quase perfeição o toque da pele humana, costumam ser as melhores opções de cintas penianas, contudo são geralmente mais caras e são poucas opções no mercado nacional.

O material da cinta é geralmente couro, nylon ou vinil. Por estar em contato direto com a pele, escolha um modelo mais confortável, principalmente levando em consideração o nível de movimento durante o ato sexual.

Ao considerar o contexto do uso de uma cinta peniana, é natural presumir que ela se pareça com um pênis.

Embora esta seja a norma em muitos modelos, não é de forma alguma a regra. Muitos têm texturas e relevos que desencadeiam certos estímulos em áreas erógenas específicas, como o ponto G ou a próstata.

Além disso, é importante considerar antes de comprar uma cinta peniana com prótese, especialmente se você ainda não tiver muita experiência com consolos ou vibradores. Pois você pode encontrá-las em todos os tamanhos, alguns com proporções realmente exageradas.

Antes de comprar, verifique as especificações do produto e verifique as informações como o tamanho total das partes penetráveis e o diâmetro.

Em algumas cintas voltadas a dupla penetração, os penetradores têm dimensões diferentes para ajudar na dupla penetração.

Existem dezenas de cintas penianas que possuem vibradores. Normalmente esses vibradores ficam na base do pênis e a vibração vai se espalhando por toda a superfície. De forma a estimular a vagina e ampliar o prazer do parceiro. O local em si pode variar bastante de um modelo para o outro.

Alguns modelos recarregáveis são a prova d’água, mas costumam custar mais caros.

A frequência, velocidade e potência da vibração também costuma variar bastante e o controle ocorre por controle remoto ou na própria base do vibrador.

Finalmente, a forma de regularem também é muito importante para o conforto e segurança durante a relação sexual. O ideal é que a tira da cinta fique bem justa ao corpo, para que você tenha controle total sobre a cinta.

Embora alguns modelos sejam vestidos como calcinhas ou cuecas, enquanto outros modelos possuem presilhas ao redor, na cintura e coxas.

OBTENHA DESCONTOS EXCLUSIVOS E SEJA O PRIMEIRO A RECEBER NOSSAS NOVIDADES